Como sair de uma crise financeira

Como sair de uma crise financeira

A crise financeira quando acontece tira o sono de qualquer pessoa, afinal são tantas contas para pagar e o salário dificilmente irá cobrir todo esse gasto e para que você não se desespere diante da situação, nós iremos dar dicas de como sair de uma crise financeira.

A primeira dica é não se desesperar diante da situação, por mais que ela seja difícil e complicada de se resolver, sempre há uma saída e você se está se esforçando para sair dessa situação então não há motivos para desespero, pois tudo irá se ajeitar aos poucos é só você querer e se esforçar para que isso aconteça.
Se você tiver um financiamento de casa ou carro tente não deixar de pagar, pois os juros sobre o valor são menores e em alguns casos dependendo de como o financiamento foi feito o credor tem o direito de arrematar a casa ou carro e você poderá estar sujeito a perder todo o dinheiro que investiu.
Outra dica, é você não tentar pagar tudo de uma vez, converse com os seus credores e exponha a sua situação e tente entrar em um acordo e use o saldo de dinheiro disponível para dar de “entrada” no seu acordo.

Mais sobre Como sair de uma crise financeira

Nunca fuja dos credores e nem de sua divida, sempre que alguém ligar cobrando você atenda ao telefone e explique sua situação e se o credor for grosso, mal educado e te faltar com o respeito procure um advogado para exigir que os seus direitos sejam respeitados e você pode e deve fazer isso.
Essa dica é uma das mais importantes, nunca se apegue aos bens e ao estilo de vida, pois a sua divida pode ser grande e você terá que cortar gasto começando pelos alimentos consumidos, o ideal é comprar alimentos que não sejam tão caros e somente o que é necessário e também se desfazer do habito de comprar roupas, sapatos, enfim coisas para o uso pessoal, o melhor a fazer é comprar apenas o necessário e de preferência coisas para o uso com a higiene pessoal e dispensar roupas e sapatos. A mudança pode ser dramática aos seus olhos, mas pense que ela é necessária para o seu bem e que depois que tudo isso passar, você poderá se reerguer novamente e terá adquirido um grande aprendizado que irá te ajudar na hora de utilizar o seu dinheiro.

E por fim, não empreste mais dinheiro, tente se manter com o que tem e faça um orçamento de suas contas a pagar e tente encaixar o seu saldo disponível de alguma forma e se caso não de certo ai você empresta, mas tenha cuidado para não se afundar ainda mais em dividas e pegue somente a quantia que necessita e o ideal seria fazer o empréstimo apenas uma vez e tentar melhorar a situação como que tem.
Espero ter ajudado, desejo que o seu caso seja resolvido e você possa recomeçar com um grande ensinamento e aprenda a controlar os seus gastos.

16/03/11 por Fabiano

   



Mais informações por email

Comentar